julho 16, 2010


4 comentários:

Vieira Calado disse...

Muito obrigado meu caro,

pelo que deixou no ar...

sobre o meu poema último.

Forte abraço

Anónimo disse...

Passo aqui para respirar um pouco
da tua alma de poeta...
beijo...

Alice

poetaeusou . . . disse...

*
és um peixe da liberdade,
não há marés inquinadas,
que te detenham !
,
abraço,
*

Multiolhares disse...

para mim ser poeta é escrever com emoção
deixar sair as palavras talhadas do cora~ção, e tu o sabes fazer, então sem duvida que és poeta
beijinhos